Sistemas de dióxido de carbono suprimem o incêndio sem deixar nenhum resíduo após a descarga, evitando assim danos a equipamentos sensitivos. Sem necessidade de limpeza de agente, há menos tempo de desligamento após o incidente. Quando desenvolvido corretamente, os sistemas de dióxido de carbono irão suprimir incêndios de Classe A, B e C ao realizar a remoção do oxigênio do processo de combustão.

A utilização desses sistemas é mais comum em máquinas que apresentam compartimentos vedados e com pouca circulação de ar, sendo que pode-se proteger também ambientes ocupados por pessoas, mas, deve haver uma sinalização clara do tipo de sistema instalado, um intervalo de tempo suficiente para evacuar o ambiente entre o evento de detecção do incêndio e a descarga do agente, bem como uma instrução clara de que o ambiente deve ser evacuado caso haja disparo do sistema.

Galeria




solicite um orçamento Clique aqui